Pages

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Amor a toda prova...

Amor a toda prova: alunos se vestem de Bahia por 'cola' em aula de Direito

Professor faz provocação para que alunos vistam camisa tricolor e permite consulta à Constituição. Até torcedor do Vitória trajou uniforme do Bahia

Segunda-feira, 30 de setembro de 2013. Dia de prova na Faculdade Anísio Teixeira, em Feira de Santana, a 110 quilômetros de Salvador. Sentado atrás da mesa, o professor Carlos Eduardo Araújo aguarda ansiosamente a turma do 4º semestre de Direito. Cheio de orgulho, o primeiro aluno entra pela porta trazendo no peito o símbolo do Bahia. Dois, três, quatro, cinco... Vários universitários vêm em seguida, todos com a camisa do Tricolor. De repente, a sala inteira fica em azul vermelho e branco. À primeira vista, muitos imaginariam que se tratava de uma incrível obra do destino, ou, quem sabe, um esforço conjunto tramado para homenagear o clube do coração do professor. No entanto, a história tem origem em uma provocação que, no fim das contas, conseguiu superar até velhas rivalidades do futebol.

Bahia sala direito (Foto: Reprodução / Twitter)
No dia da prova, turma compareceu em massa com a camisa do Bahia (Foto: Reprodução / Twitter)
 
Tudo começou há algumas semanas, quando os alunos perguntaram ao professor Carlos Eduardo se a prova de Direito Constitucional poderia ser realizada com consulta à Constituição. De início, a relutância, já que não era costume realizar avaliações com a permissão de auxílio. Em seguida, a ideia que deixou a turma de Direito muito parecida com as arquibancadas da Fonte Nova em dia de jogo do Bahia.

- Eles me pediram para utilizar a Constituição na prova. Não costumo fazer prova com consulta. Então combinei com eles que autorizava, mas com a contrapartida de que toda a turma vestisse a camisa do Bahia no dia da prova. Eles sabem que sou um torcedor fanático. Foi muito legal. Todos apareceram com a camisa do Bahia. Tinha torcedor de todos os times, até torcedor do Vitória no meio. Todos foram tricolores por uma noite – disse o professor Carlos Eduardo, aos risos enquanto conversava com a equipe do GLOBOESPORTE.COM.
Promessa feita, promessa cumprida. Com toda a turma devidamente trajada, a prova foi feita com a consulta à Constituição. Após a avaliação, tiveram início as brincadeiras, que tinham como alvo principalmente os rubro-negros vestidos com as cores do Bahia.

Professor CArlos eduardo eleição bahia (Foto: Reprodução / Twitter)Professor Carlos Eduardo diz que é apaixonado
pelo Bahia (Foto: Reprodução / Twitter)
 
- Foi muito engraçado. Tinha torcedor do Vitória que ficou dizendo que precisaria tomar banho com desinfetante por ter vestido a camisa do Bahia. Todo mundo brincou, levou na esportiva - contou.
Carlos Eduardo acredita que o episódio da ‘turma tricolor’ não ocorreu somente para que os alunos tivessem a oportunidade de utilizar a Constituição na prova. Para o professor, os estudantes também lhe prestaram um belo tributo de despedida, já que este é o último semestre em que eles ficarão sob a sua tutela.

- Acho que foi mais uma homenagem que eles fizeram para mim. Sou professor desta turma tem três semestres consecutivos. Esse é o último semestre que vou ficar com eles. Todos sabem do meu amor pelo Bahia. Fazem gozação quando o meu time perde. Faço gozação quando o Bahia ganha. Acho que não foi só pela Constituição. Também fizeram por mim – comentou.
Ao postar a foto da ‘turma tricolor’ nas redes sociais, a repercussão foi imediata. O professor conta que recebeu mensagens de várias partes do país, algumas de torcedores do Bahia, outros vários do Flamengo, assim como do Botafogo, Vasco, Corinthians e diversas outras equipes do futebol brasileiro.

- Postei primeiro no Twitter. Foi muito rápido. Quando vi, já tinha gente compartilhando minha foto, me parabenizando pela ideia. E não foram só torcedores do Bahia. Foram de vários times – disse o professor em tom de empolgação. Nesta manhã, o perfil oficial do Bahia no Facebook publicou a foto tirada por Carlos Eduardo.

Para o professor, a história serve de exemplo de superação de antigas rixas do futebol. Por uma noite, flamenguistas, botafoguenses, corintianos, vascaínos e até os torcedores do Vitória da turma de 4º semestre de Direito vestiram a camisa do Bahia, o que representou um ato de respeito e consideração ao próximo.

Bahia sala direito (Foto: Reprodução / Twitter)Turma reuniu até 'tricolores' que torcem para o Vitória (Foto: Reprodução / Twitter)
 
- Acho que aquilo que não interfere no processo educacional é válido. Fizemos uma avaliação de forma lúdica. Por isso acho que foi muito legal esse feito de a turma toda vestir a camisa do Bahia. A rivalidade foi deixada de lado. Futebol é, sobretudo, para ser feliz. E acho que conseguimos isso ontem à noite. Todos brincaram e se respeitaram. Acho que isso serve de exemplo – afirmou o professor, que também é vice-presidente da Ordem dos Advogados de Feira de Santana. Aliás, vice-presidente não. Sub-presidente, como ele faz questão de frisar.

- Vice é coisa de torcedor do Vitória. Sou sub-presidente – concluiu em meio a gargalhadas.
Fonte: Globo.com

Nenhum comentário:

Termo de uso

Atenção: Este blog não hospeda nenhum arquivo, apenas anexa links de arquivos encontrados na internet. Não me responsabilizo pelo mau uso do conteúdo encontrado no Blog e também não me responsabilizo por qualquer dano ou prejuízo causado por alguma coisa postada aqui. Se algo contido no Blog é de sua propriedade ou lhe causa algum dano ou prejuízo, entre em contato pelo e-mail kellgalvao@msn.com. que iremos retirar o conteúdo do Blog o mais rápido possível. O conteúdo aqui presente é apenas de divulgação e informação, devendo ser apagado após 24 horas. Incentivo a aquisição de produtos originais e licenciados. É expressamente PROÍBIDA toda e qualquer tipo de cópia com intuíto de comercialização/propaganda de CDs ou DVDs com o conteúdo que acabou de baixar!.